A não ser que você seja servidor da “segurança pública”, aí sim, comemore.

Ano difícil para as entidades que lutam pelos direitos dos trabalhadores, na vã tentativa de conter as retiradas de direitos conquistados a duras lutas por nossos antecessores.

Ano em que as ofensas dirigidas aos servidores públicos se intensificaram colocando todos nós no mesmo caldeirão de privilégios que somente são auferidos por alguns de altas castas e casas. Onde nosso trabalho diuturno para a manutenção da saúde pública através da defesa e inspeção agropecuária é colocado em cheque por todo tipo de “autoridade” que não entende e não quer entender a importância das atividades que exercemos.

Ano este, em que, a exemplo dos anteriores tivemos direitos básicos negados e parcelados, como se fosse culpa nossa os desmandos e incompetências de pessoas que ocupam cargos eletivos.

O SINDAFA/MG se manteve alerta e atuante, temos diversas ações tramitando na tentativa hercúlea de fazer valer os direitos a que nossas categorias fazem jus. Somos um sindicato novo, mas de mão pesada contra desmandos e tentativas de nos diminuir como carreira típica de estado que somos.

Reconhecemos e agradecemos as críticas, sempre necessárias e ao incentivo, sempre bem-vindo. Reiteramos que apesar das dificuldades terminamos 2019 cientes de que cumprimos com a nossa missão primeira que é defender os interesses dos Fiscais Agropecuários e Fiscais Assistentes Agropecuários junto ao governo e a sociedade.

Nossos votos de um Natal repleto de paz, amor e felicidade e um Ano novo repleto de realizações prosperidade e esperança para todas e todos.

 

Diretoria do SINDAFA/MG.