Entre os meses de Abril e Junho foram realizadas três etapas da força tarefa com equipes do IMA de todo estado, visando o controle populacional de morcegos hematófagos da espécie Desmodus rotundos na região em virtude do rompimento da barragem Córrego do Feijão em Brumadinho MG.

A Força tarefa é uma parceria entre IMA – VALE e encontra-se em fase final de sua ultima etapa, sendo considerada pelos servidores envolvidos como um sucesso no controle populacional de morcegos hematófagos que potencialmente transmitem o vírus da Raiva.

Os trabalhos estão sendo coordenados pelos servidores: JOMAR ZATTI – Gerência de Defesa Animal e ROBSON B. COELHO – ESEC Curvelo contando com equipes de servidores das coordenadorias Regionais de BELO HORIZONTE ( Gustavo Maia, Estanislau França, Luiz Reis e Nilson Oscar) BOM DESPACHO ( Adauto Menezes, Lucas Jardim, Thiago Eugênio e José Antônio) JUIZ DE FORA ( Luciano Puga, Paulo Sergio, Heliomar Marcelino e Rodrigo Paiva) PATROCÍNIO ( André Luiz, Adelcio Garcia e Antonio Alves).

Foram vistoriados abrigos de morcegos hematófagos já cadastrados na região, visita e vistoria em todas as propriedades com produção agropecuária em um raio de 8 km do local onde a lama atingiu com o rompimento da barragem, vistoria em todos os bueiros e passagem de água da linha férrea MRS totalizando mais de 28 Km de linha percorridos com o objetivo de localizar novos abrigos e realizar a captura dos Morcegos hematófagos encontrados, sendo realizada a captura de aproximadamente 185 morcegos hematófagos em abrigos Maternidade, abrigos de machos e captura noturna com rede em curral e bueiro na ferrovia MRS.

Foram enviados 11 morcegos ao LSA (Laboratório de Saúde Animal) para análise de presença de vírus da Raiva, foi realizada ainda coleta de material encefálico de Ave suspeita de morte por Raiva.

Cumprindo assim, todas as atividades planejadas anteriormente em um projeto elaborado pela Coordenadora do Programa de controle da Raiva dos Herbívoros – GPCRH/GDA – Drª Daniela Cristina B. Silva contando com o apoio total da Gerência de Defesa Sanitária Animal – GDA – Guilherme Costa Negro Dias e Bruno Rocha de Melo Diretor Técnico.

A realização desta força tarefa contou ainda com o apoio logístico e financeiro da VALE- SA através de seus gerentes Vitor Cabral e Eduardo Solto, possibilitando a aquisição de material de captura e material de proteção individual para os servidores envolvidos e suas coordenadorias regionais.